12 de janeiro de 2006

__
da borboleta do brinco caíram
- entre águas salgadas, água de beijo e água doce -
todas as pedrinhas brilhantes

resta uma carcaça
ossos de metal

um presente seco


sairão talvez ainda hoje
pedras brilhantes da sua boca

--

15 comentários:

Anônimo disse...

que lindo isso.

beijos,
angie

dada tida disse...

rsrsrsrrsrsrrs...que bonito......

mabem disse...

legal... muito legal... :)

du disse...

olha, que beleza!

lewisgilbert1317 disse...

I read over your blog, and i found it inquisitive, you may find My Blog interesting. My blog is just about my day to day life, as a park ranger. So please Click Here To Read My Blog

http://www.juicyfruiter.blogspot.com

Allegro disse...

ah sim... as pérolas. é lindo ver as palavras tomando sentido, cor, forma e corpo quando vai surgindo o sentido, nao? gosto muito desse espaço. abraços.

carla kinzo disse...

lindo sim

Alexandre disse...

Muito bonito. C tá d+ !

ez disse...

muito prazer, a surpresa boa, da visita.

e se é um teste, vamos lá:
- como se chegar primeiro? que contramão fez chegar por estar
ali?

PARANÓIAS ETÍLICAS disse...

Sim, isso é um teste, Sra V. (...):

contradirei gênios insistindo:
sairão talvez ainda hoje
pedras brilhantes da sua boca

"pára de ser tão visceral, menino"

não sou quem você cumprimenta
você me machucou e conseguiu e se machucou também

escreve nos aventais, bem grande:
louco
transforma-te em fluido
para que possas cair

brincar de sentir frio
não se cobrindo

(...)

quantos ângulos de você eu perco por dia?

Anônimo disse...

isto é um poema? ou é só vc mesmo?

Pablo Araujo disse...

muito bom, v.
principalmente o penúltimo e 'insistência'.

abraço

thaline disse...

lindo poema, e lindas outras palavras que li enquanto ausente estava.
beijos menina.

Thaline disse...

pelo nome do blog... quando comentei que li o livro...
enfim!

Guabiraba disse...

Você simplifica de um jeito císmico. Gosto dessas coisas. Passe lá pelo meu canto outras vezes, será um prazer. abraço.