30 de novembro de 2005

--
contarei com o movimento mínimo
contarei com o que você não conta
não contarei comigo


brincar de sentir frio
não se cobrindo


experimentar outro trecho de mim
e desrespeitar o espaço
abrir ao meio
- verticalmente -
o traço


--

4 comentários:

Flávia disse...

Sempre muito bom aqui!Vai no show da Luisa?

du disse...

Porra, isso é bom.

Pablo Araujo disse...

olá vanessa
como está?

bom poema, principalmente a última parte. `(des)construção vertical`. gostei.

abraço

carla kinzo disse...

Porra, isso eh bom mesmo.